Quais os maiores boatos da história da internet?

Conheça um pouco mais sobre os maiores boatos que já rolaram pela internet a fora e pegaram muita gente!

A história da internet é recheada de boatos e mentiras que, de tanto serem repetidas, acabam ganhando credibilidade. É difícil encontrar alguém que não conheça algum boato ou mesmo que já tenha acreditado, mostrado aos amigos e jurado de pé junto que aquilo era verdade.

Sejam correntes de email (inclua-se aí o uso também de ferramenta como redes sociais para isso) com mensagens que prometem prêmios para quem repassar ou desgraças para quem não encaminhar, vídeos no YouTube, imagens, sites gratuitos que se tornarão pagos… enfim, há uma infinidade de boatos circulando por toda a web.

Por que mentir é mais fácil do que desmentir?

A internet se destaca dentre os meios de comunicação da atualidade por ser descentralizada, ou seja, qualquer um pode acessar e criar conteúdo de maneira indiscriminada. Isso abre brechas para diversas formas de atuação dentro da rede, como a criação de boatos, por exemplo.

O fato é que ao ver uma mensagem espantosa, uma pessoa provavelmente mostrará para seus amigos e colegas, ou seja, ela se espalha pela internet em progressão geométrica e atinge milhares de internautas em poucos dias. O movimento contrário, o da verdade, porém, é mais complicado.

Isso se deve, talvez, ao fato de que as pessoas não se esforçam tanto para fazer espalhar o boato desmentido. Além disso, na grande maioria das vezes o boato é uma piada ou brincadeira inventada por alguém que dá um jeito de espalhar a notícia na rede e dependendo do seu conteúdo não existe a confirmação se aquilo é mito ou verdade.

“Boatólogos” e “Boateiros”

Esse negócio de espalhar mentiras ou meias-verdades pela internet cresceu tanto que hoje em dia não é difícil encontrar sites especializados no assunto, que listam e esmiúçam os milhares de boatos que se encontram por ai, colhendo informações e revelando a verdade para seu público.

Um bom exemplo de “boatólogo” é o site E-farsas.com, que desde 2002 trabalha para desvendar as farsas que surgem na web.

Contudo, existem também os “boateiros”, especializados em espalhar notícias e fatos que misturam verdades e mentiras e conseguem confundir os leitores. Um bom exemplo disso é o blog Cocadaboa, criado e mantido por Wagner Martins sob o pseudônimo de Mr. Manson. Apesar do aviso sobre o caráter humorístico do blog presente ao final da página, muita gente já acreditou – e continua acreditando – em seus boatos.

Todo mundo se aproveita

Nessa onda de boatos que a todo instante circulam na internet, algumas empresas aproveitam para ganhar publicidade através da dúvida. Se você é um amante do futebol, provavelmente já deve ter visto (ou pelo menos ouvido falar) do vídeo em que Ronaldinho Gaúcho, na época jogando pelo Barcelona da Espanha, acerta três vezes o travessão, chutando de fora da grande área, sem deixar a bola cair.

Um olhar rápido realmente nos faz crer que isto aconteceu realmente, mas com um pouco mais de cuidado fica fácil perceber a montagem. De qualquer modo, o material foi muito bem feito.

Clique para assistir o vídeo

Alguns boatos que já deram o que falar

Bonsai de Gatos

Outra mensagem bisonha que circulou pela internet foi a da criação de bonsais (pequenas árvores ornamentais japonesas) de gatinhos filhotes! Isso mesmo, felinos recém-nascidos seriam colocados dentro de um recipiente de vidro e alimentados por tubos. Conformem fossem crescendo, os bichanos tomariam a forma do vidro, tornando-se um bonsai animal.

Gatos bonsai? Apenas uma brincadeira de mau gosto

Este boato ganhou credibilidade por dois motivos: possuir um site específico, que inicialmente estava hospedado no MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e depois retirado de lá. Além disso, no site existiam imagens do momento em que gatinhos eram “guardados” dentro dos recipientes.

Sem a menor sombra de dúvidas esta é uma enorme mentira e que, por ter sido tão bem contada, acabou sendo tomada como verdade, gerando inclusive uma série de abaixo-assinados online para que a prática fosse interrompida e os responsáveis penalizados.

Turista no World Trade Center em 11/09/2001

Boatos com fotos são sempre mais fáceis de espalhar e esta deve ser a imagem mais conhecida de uma inverdade contada na internet. Provavelmente você já deve ter visto a foto de um jovem turista em cima de uma das torres do World Trade Center em 11 de setembro de 2001, momentos antes da colisão de uma aeronave com o prédio.

Na imagem é possível ver um homem de jaqueta, gorro, óculos e mochila nas costas, próximo a um parapeito. Ao fundo, se vê sobre a paisagem novaiorquina um avião se aproximando. Este avião seria um dos dois que arremessados nos ataques realizados contra um dos maiores símbolos estadunidenses.

Clique para ampliar

Outra vez um boato ganhou força e se espalhou pela internet rapidamente. Contudo, isso não passa de mais uma montagem. Além de ser improvável que qualquer material tenha sobrevivido intacto a uma queda daquela altura, outros detalhes como o modelo do avião corroboram a falsidade da imagem.

Vírus do Ursinho

Em 2002, começou a circular um boato na internet noticiando que o arquivo jdbgmgr.exe, cujo ícone é um ursinho cinza, deveria ser apagado de seu computador, pois se tratava de um vírus. A mensagem trazia as instruções para a exclusão do danado: “use a ferramenta Pesquisar do Windows, encontre o arquivo ‘jdbgmgr.exe’ e apague-o, pois senão ele vai destruir seu computador no dia tal…”. Enfim, tudo balela.

jdbgmgr.exe não é vírus!Este arquivo é, na verdade, um arquivo do Windows e completamente inofensivo. Assim como o arquivo sulfnbk.exe, que antes do arquivo do ursinho também ganhou notoriedade devido a uma mensagem circulando na internet e informando que o arquivo era um vírus.

Como ambos os arquivos são executáveis, estão sujeitos à infecção com vírus. Inclusive existem na internet versões dos arquivos já com vírus, portanto, um pouco de bom senso na hora de sair clicando por ai não fará mal algum. Tenha um bom antivírus atualizado em sua máquina e isso ajudará a manter as pragas afastadas de quaisquer arquivos.

Amazônia Internacionalizada

Há algum tempo era bastante comum ouvir pessoas comentando sobre terem recebido um email com a página 76 de um livro de geografia dos Estados Unidos. O espanto neste caso advinha do fato de que nessa página (clique na imagem para ampliá-la) se tratava sobre a internacionalização da Amazônia e havia um mapa da América do Sul.

Neste mapa, a parte da Floresta Amazônica presente no Brasil, Venezuela, Bolívia, Peru, Colômbia, Guiana, Guiana Francesa e Suriname, estava marcada como uma nova porção de terra, um novo país, sob responsabilidade das Nações Unidas e dos próprios Estados Unidos.

Esta mensagem circulou grandemente pelo Brasil e muitas pessoas faziam comentários revoltados. Contudo, o inglês simplório usado e o fato do tal livro (“Introduction to Geography”, suposta autoria de David Norman) não ter sido encontrado em diversas lojas virtuais estadunidenses. Enfim, balela novamente.

Cuidado com o seu rim

A história do rim deu mesmo o que falar e possui algumas versões. O sujeito que encontrou uma mulher muito atraente, foi a um motel e acordou no outro dia dentro de uma banheira com gelo, com a barriga cortada e um bilhete aconselhando-o a ligar para o seu médico. O ocorrido: seu rim fora roubado!

Outra versão desta lenda urbana, que ganhou mais força com a internet, conta que alguém foi em uma balada, tomou um drinque oferecido por um estranho e acordou no outro dia na banheira de gelo (e o final macabro se repete). Segundo a Fundação Nacional Renal dos EUA, isso nunca realmente ocorreu.

Agulha com AIDS na poltrona do cinema

Alguém, num famoso cinema da cidade, sente uma picada ao sentar-se na poltrona. Ao verificar, vê uma seringa junto de um bilhete informando que a agulha estava contaminada com o vírus da AIDS. Obviamente, mais um boato bem contado, pois ele inclusive relatava que este fato ocorreu em cidades como São Paulo, Montreal, Denver, Dallas e outras cidades. Contudo, nenhum caso deste jamais foi registrado.

Ganhe um monitor, um celular, um notebook…

Desconfie destes prêmios fáceisProvavelmente algum amigo seu já deve ter encaminhado um email com o título indicando a possibilidade de ganhar um monitor, um celular ou qualquer outro produto eletrônico. O conteúdo das mensagens era bastante semelhante: a empresa X estava perdendo mercado para a Y e para recuperar seu espaço estava distribuindo produtos.

Então, para não ficar fora dessa, você só precisaria repassar aquela mensagem para todos os seus contatos e então estaria cadastrado no serviço. Quanto maior o número de destinatários, maiores eram suas chances de ganhar.

Orkut e MSN serão pagos!

O Orkut e o Windows Live Messenger são duas das ferramentas de internet mais utilizadas pelos brasileiros. É difícil encontrar alguém que não possua pelo menos uma das duas (ou as duas!) e acesse todos os dias. Logo, boatos em ambas não faltam.

Lembra-se de quando recados e mensagens circulavam avisando que o Orkut seria pago? Mas você poderia fazer algo para que a sua conta continuasse a ser gratuita: enviar a mensagem recebida para 20 contatos e então pressionar F5 para começar a usar a versão “plus” do site, esta gratuita. Os que não fizessem isso deveriam informar uma conta bancária para o débito ou então teriam o serviço cancelado.

O Orkut e o MSN não serão pagos!

Algo semelhante aconteceu com o então MSN Messenger. Muitos boatos já rolaram a esse respeito, circulando pela internet, dizendo que o serviço se tornaria pago a partir de uma determinada data. Para evitar, era preciso reencaminhar a mensagem a todos os seus contatos e toda a mesma balela de sempre.

Nos dois casos, o boato foi desmentido pelo próprio tempo, pois mais de 4 anos depois nenhum dos serviços tornou-se pago, o que não deverá acontecer jamais.

É isso ai, galera. Depois de algumas pesquisas à memória do pessoal do nosso blog, nós chegamos a isso que vocês acabaram de ler. Sem dúvida existem inúmeros outros boatos espalhados por aí e agora é a vez de vocês responderem: Quais são os maiores boatos da internet? Aproveitem para contar novas histórias para todos! Um abraço desde e até a próxima.

%d blogueiros gostam disto: