Mouse ao alto! Isso é um assalto!

s crimes virtuais estão a cada dia mais presentes em nossa vida real. Saiba como preservar sua identidade na selva da internet.

A busca pela realidade dentro da internet está a cada dia mais visível através da imensa popularidade que os serviços de trocas de mensagens instantâneas, redes sociais, compras online e diversas outras formas de interação adquiriram dentro da rede mundial de computadores. Mesmo com tantas facilidades virtuais que agregamos à nossa vida real para diminuir nossos problemas, outras ações que encontrávamos apenas no mundo real estão migrando para a internet: os crimes virtuais.

Também conhecido como Cybercrime, os crimes virtuais se tornaram uma das piores ameaças para os usuários da internet, afinal a sensação de impunidade e a frequente garantia de anonimato fomentam a proliferação absurda dos crimes na grande rede. Além do roubo de senhas, phishing, cavalos de tróia, vírus, plágio e outras formas de Cybercrime, outra modalidade de fraude está assolando a internet: o roubo de identidade.

O que é o roubo de identidade?

Basicamente, um crime de identidade é quando uma pessoa assume a identidade de outra para obter vantagens, evitar punições ou qualquer outra intenção que tire proveito desta atitude. Um caso simples de uso indevido de identidade é quando você quebra o vaso preferido da sua mãe, entretanto coloca a culpa no seu irmão caçula. É claro que este é um exemplo com proporções bem pequenas, haja vista que um roubo de identidade não é tão simples assim.

Como acontece?

ROUBO FÍSICO

O roubo de identidade pode acontecer de diversas maneiras. De acordo com o relatório de Criminologia Virtual da McAfee há duas formas básicas de roubo: a física e virtual. A tradicional, ou seja, a que estamos mais acostumados, é o roubo de documentos, dados pessoais, informações, captura ou extorsão de senhas, ou seja, roubo físico, ou que a pessoa perde algo palpável.

Como exemplo de roubo físico temos o roubo de computadores, assim como no famoso caso da Petrobrás, onde notebooks com informações sigilosas foram roubados e que acarretaram enormes prejuízos à empresa. Outro exemplo é o Voice Phishing, quando uma pessoa se passa por funcionário de uma empresa e coleta seus dados através do telefone.

ROUBO VIRTUAL

Atualmente outra modalidade do roubo de identidade está se popularizando: o roubo virtual praticado pela internet, câmeras de vídeo, telefone ou outros meios. Estes meios não possibilitam que o ladrão e vítima ocupem o mesmo espaço, desta forma coibir estes eventos é mais difícil, já que em vários casos, a vítima nem sabe que foi roubada.

Como provar quem você é?

No mundo real temos várias maneiras de comprovar nossa identidade. Como exemplos temos, documentos legais, assinaturas ou impressões digitais. Entretanto, no mundo virtual, provar sua identidade é mais difícil, por outro lado usá-la de modo fraudulento é mais fácil, pois nossa identificação se resume a senhas, logins ou respostas secretas a perguntas.
Desta forma, é visível a facilidade de roubo e uso de dados de terceiros como sendo seus, ainda mais que há inúmeras possibilidades de furtar ou adquirir informações a seu respeito. Há vários exemplos de roubos de dados pela internet como o famoso caso de pedido de recadastramento de CPF, onde a vítima recebe um email solicitando a regularização do CPF através de um site falso, ou também a declaração de imposto de renda solicitada por emails fraudulentos.

Onde você pode ser roubado

Há várias maneiras de ter sua identidade roubada. Fraudes como phishing, cavalos de tróia, keyloggers e malwares em geral são as mais comuns e corriqueiras da internet. Mas como há infinitas maneiras de ser roubado no mundo virtual, vamos mostrar que há casos em que o lobo se veste de cordeiro você nem se dá conta.

Termos de privacidade

Você pode estar se perguntado: “O que um ladrão de identidade ganha com meus dados?”. Em primeiro lugar, você precisa saber que a internet encurtou distâncias entre você, as empresas e a publicidade. Desta forma, corporações são acusadas de pagar fortunas por dados de futuros clientes, para que através deles, atinja suas preferências e conheça melhor os seus interesses de compra. É sabido que navegadores e grandes sites coletam suas informações enquanto você navega e as armazena em grandes bancos de dados.

Empresas como Microsoft, Google e Yahoo! declaram abertamente em suas políticas de privacidade que praticamente tudo o que você faz na internet, desde os sites que visita, as compras que realiza e mensagens que envia e recebe geram dados que são armazenados em seus bancos de informações. Obviamente empresas como as citadas, usam seus dados em benefício próprio, pois como elas são muito visadas, não podem se dar ao luxo de vender suas informações.

Contudo, sites sem muita expressão, por exemplo, podem estar coletando seu perfil de navegador e vendendo estas informações a preço de ouro e você, consequentemente, pode estar correndo riscos. A captura de dados é um tópico corrente em vários termos de privacidade, desta forma antes de usar algum serviço, leia-os com muita atenção, pois a partir do momento que você aceita tais termos, não há mais nada a ser feito.

A crise e o desemprego

Como a crise mundial abalou vários setores do mercado, muitos impostores estão usando o desespero de quem perdeu o emprego, para aplicar-lhes mais um duro golpe. É fato que os currículos são um prato cheio para os ladrões de identidade, pois em apenas uma página é possível saber praticamente tudo o que há de mais importante sobre você.

Um teste realizado na Europa pela organização iProfile,mostrou que mais de cem pessoas foram atraídas por anúncios falsos de emprego e forneceram, sem se preocupar, dados como: nome completo, data de nascimento, CPF, RG, número de filhos, endereço completo e muito mais.

De acordo com a organização, se um ladrão tiver apenas três dados importantes sobre você como o nome completo, CPF e endereço, o estrago pode ser enorme. Sendo assim, tome muito cuidado na hora de entrar em sites de RH e digitar seus dados, pois eles podem ser usados contra você e sua imagem.

Roubo de mídias removíveis e gadgets

Outra forma comum de roubo de identidade e informações pessoais é através do roubo de arquivos contidos em pendrives ou celulares. Nos pendrives o roubo pode acontecer quando o dispositivo é perdido, furtado ou conectado em um computador que possua um programa que capte seus arquivos.

Em celulares é comum a captura de dados bancários ou senhas, já que estes aparelhos, atualmente, permitem o acesso a bancos online, contas de emails ou sistemas empresariais. Desta forma, para se prevenir lembre-se que a Segurança é a última que morre!(consulte este artigo para saber como proteger seus dispositivos móveis).

Redes sociais

Redes sociais como Orkut, Second Life, MySpace, Twitter e Facebook, por exemplo, são alvos em potencial de ladrões, visto que nestes lugares o nível de exposição de imagem, dados pessoais e preferências são alarmantes. Desta forma, antes de fornecer informações pessoais, certifique-se, em primeiro lugar, se há a necessidade de fornecer tais dados e, em segundo lugar preste atenção se aquelas informações fornecidas podem lhe trazer algum prejuízo.

Na imagem abaixo é possível observar que várias pessoas usam identidade de pessoas famosas como se fossem suas. Sendo assim, imagine se alguém rouba sua foto, nome, preferências e usa seu nome para praticar crimes?

Como se proteger

Assim como há várias formas de ser roubado, há infinitas formas de se proteger contra o roubo da sua identidade. Usar um bom antivírus, realizar as atualizações de segurança do seu sistema operacional, tomar cuidado com anúncios de produtos com preço muito abaixo do mercado e emails que contenham links que direcionem para outros endereços ou realizem downloads, são ações básicas que garantem a sua segurança na vida real e também na virtual.

Arsenal de dicas

Aqui na nossa sessão de artigos é possível encontrar diversos deles que tratam de formas de se proteger contras os Cybercrimes. Sendo assim, não deixe de conferir mais dicas sobre o assunto, afinal, cuidar da sua segurança é vital e nada melhor do que informação para se prevenir dos espertinhos da internet.

Dicas para não ter suas fotos roubadas na internet

Dicas para descobrir se um site é confiável

O submundo do SPAM está aumentando. Defenda-se!

Invasão de MSN: o que fazer?

Dicas de segurança para usar o orkut sem preocupação.

Cuidados que crianças e pré-adolescentes devem ter na internet.

Bluetooth: um perigo invisível

Saiba como se proteger dos Spams

Roubo de celulares

Se você teve sua identidade roubada, sofreu algum prejuízo por causa disso ou possui mais dicas de como se proteger, não se cale! Use o espaço destinado aos seus comentários e compartilhe sua experiência com todos, só assim será possível alertar a todos sobre os inúmeros riscos da internet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: