Assistir TV através da Internet. Como funciona? Quais as vantagens?

Idéias que revolucionam e conceitos que já estão sendo aplicados. A nova televisão está chegando e pode ser uma ótima idéia na substituição das TVs a cabo.

O conceito de IPTV já existe faz tempo e tentativas de implementação não faltam. A grande ideia da IPTV consiste na liberdade que o usuário terá ao acessar determinados conteúdos, justamente como ocorre quando você utiliza o YouTube. A única coisa que diferencia um pouco o serviço de IPTV do conteúdo OnDemand (serviço de sites como o GoogleVideo) é a qualidade e o tipo de vídeo.

Enquanto o serviço IPTV tende a fornecer conteúdo completo de emissoras oficiais (como a FOX ou a ABC), o serviço do YouTube funciona através do que os usuários enviam — conteúdo que geralmente acaba infringindo as leis. Salienta-se ainda que já há várias emissoras que tem seus sites com conteúdo On Demand, a FOX é um exemplo disso (confira a imagem abaixo). Caso você ainda não conheça sobre a tecnologia da IPTV, o Baixaki já publicou um artigo sobre o assunto e você pode acessá-lo clicando aqui.

Funcionamento

Para você ter uma ideia bem clara de como funciona a nova televisão, elaboramos o infográfico abaixo, confira:

1 – A Emissora (FOX) transmite os sinais para cada tipo de TV por assinatura. Ela é a responsável por organizar todo o conteúdo (programas, séries, filmes, informações, faixas de áudio e legenda) ao vivo e sob demanda. É a Emissora que deve separar qual tipo de transmissão será enviada para cada sistema de TV.

2 – A transmissão ao vivo é enviada para as TVs que funcionam a cabo, via satélite e através da internet (a IPTV).

3 – A TV a cabo recebe somente a transmissão ao vivo, mas permite perfeitamente que o cliente escolha filmes através do pay-per-view, uma espécie de “sob demanda” mais simples.

4 – A TV via satélite funciona de maneira semelhante a de cabo, porém tem alguns diferencias dependendo da empresa que fornece o sinal. As vezes a TV via satélite pode gerar mais problemas, porém ela também é capaz de ter uma qualidade de imagem superior. Aqui se repete a mesma característica da TV a cabo, onde o cliente pode utilizar o serviço pay-per-view. Vale frisar que as TVs via satélite que possuem a função de gravar programas, ou começar programas em horários diferentes, não utilizam o sistema IPTV, sendo que estas funções são bem básicas e dependem mais do aparelho do que do sistema de transmissão.

5 – Aqui a comunicação ocorre entre a Emissora e a operadora telefônica responsável pela transmissão da IPTV. A IPTV recebe dois tipos de sinal, contudo, nem todas as operadoras transmitem os dois sinais. Dependendo da operadora, pode ser que apenas o conteúdo “On Demand” seja transmitido aos clientes. A operadora telefônica é responsável por transformar todo o conteúdo (seja analógico ou digital) em dados de computador, para que o cliente receba um sinal que seja interpretado por computadores ou pelo decodificador.

6 – Não adianta, até na IPTV é necessário a utilização de um modem. Algumas operadoras telefônicas utilizam um modem junto ao decodificador, para que o cliente não tenha de comprar dois aparelhos. Contudo, o modem sempre está presente. Ele será o responsável por receber o sinal e direcionar os dados para o decodificador. O modem também será encarregado da tarefa de enviar os pedidos que você efetuar.

7 – Como o nome já diz, o decodificador (confira imagem abaixo) irá decodificar o sinal, ou seja, traduzir os dados em sinal de áudio e vídeo para a televisão. Evidentemente, a maioria dos decodificadores já vem preparados para transmitir imagem de alta resolução (Full HD) e com áudio de 7 canais. Vale frisar que muitas vezes o trabalho do decodificador fica limitado ao sinal que a Emissora envia.

8 – Finalmente o cliente da IPTV pode assistir ao conteúdo requisitado. Dependendo do serviço que você contrata, é possível assistir ao conteúdo da IPTV até no computador ou no seu notebook.

Decodificador de IPTV - Galaxy 3500 IPTV DMGA IPTV ainda deve demorar um pouco

O papo de IPTV já vem rolando a tanto tempo aqui no Brasil, que é bem provável que continue sendo mais uma lenda do que uma tecnologia funcional. Ao que tudo indica, há poucas emissoras e empresas de telefonia interessadas em fazer esta ideia acontecer. Muitos dos problemas que impedem a IPTV de virar uma realidade estão relacionados às próprias empresas que deveriam criar aparelhos especiais para a tecnologia.

Apesar de muitas emissoras já disponibilizarem seu conteúdo através de seus sites, é raro encontrar alguma notícia de que alguma emissora tenha firmado contrato com determinada operadora telefônica. No Brasil algumas operadoras já estão fazendo seus testes, mas não há uma informação sequer quanto ao andamento dos projetos ou datas. AppleTV - Alugue filmes e compre séries sem sair de casa

Outros países já utilizam IPTV?

Na Europa (Portugal, Espanha e Bélgica) já existem várias emissoras transmitindo através da IPTV, enquanto que na Ásia, a China está investindo nesta tecnologia. Observando os números de clientes que contrataram o serviço, vê-se claramente que a tecnologia ainda é muito recente e não despertou interesse em muitas pessoas.

Lá fora há outros tipos de serviço, por exemplo, nos EUA existe a chamada AppleTV. Apesar de seguir o conceito da IPTV, ninguém denomina o serviço como uma IPTV, porque ele serve mais como um pay-per-view, que permite ao cliente “alugar” filmes, comprar séries ou programas de TV.

Velocidade

É evidente que para poder utilizar a IPTV será necessário uma conexão banda larga de alta velocidade. Para assistir ao conteúdo ao vivo, uma conexão muito rápida — de aproximadamente 10 Mbps, ou superior — é exigida, já para quem vai utilizar o conteúdo via demanda, uma conexão de 2 Mbps ou 4 Mbps já basta, entretanto, você pode ir tomar um banho e aproveitar para lanchar enquanto o serviço carrega o vídeo para você (afinal, vídeos de alta definição demoram muito para carregar).

Expectativas e benefícios

A IPTV tende a abrir um novo conceito de televisão para os telespectadores. A facilidade de não necessitar de um computador para assistir aos filmes mais recentes e poder utilizar um controle remoto para acessar o conteúdo do YouTube (e de outros portais) é impressionante. Os benefícios são muitos: alta qualidade, imensa variedade de conteúdo, liberdade de escolher o que quiser assistir no momento que quiser, os preços devem ser mais atraentes do que as TVs a cabo e via satélite, e muito mais.

A IPTV pode chegar a qualquer momento e o grande beneficiado será você. O que você pensa? A IPTV vai conquistar os usuários? Você irá contratar um serviço desse tipo? Comente a respeito, queremos saber sua opinião.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: