16 Sintomas do vício da Internet


O debate acerca da idade própria para deixar os filhos navegarem no Facebook é cada vez mais premente. Não é por isso de admirar que, aqui e ali, vão surgindo uma espécie de “receitas” sobre o tema. Conselhos que visam, não apenas a mais famosa rede social do momento, como o próprio acesso à internet, o tempo que os filhos gastam na rede, o que fazem, com quem falam.. etc.., etc. questões prementes que preocupam todos os pais e educadores responsáveis.
Pelo interesse e pela curiosidade, aqui reproduzimos, com ligeiras adaptações de linguagem, os “16 sintomas do vício da internet” publicados pelo sítio “Educar para Crescer“.

Os 16 sintomas do vício da Internet:

Tem mais de cinco amigos virtuais, que não conhece pessoalmente;
Antes, vários amigos ligavam na sua casa para falar com ele, agora, isso é bem raro;
Fica irritado quando está há mais de uma hora sem internet;
Evita sair de casa quando é para ir a lugares sem computador;
Só fala dos jogos online, redes sociais e pessoas “virtuais”;
Mente a respeito do tempo que costuma passar conetado;
Vai mal na escola – as notas baixas começaram desde que ele passou a usar mais a internet;
Desobedece quando você o manda sair do computador – geralmente você precisa falar mais de 3 vezes e cada dia é preciso insistir mais;
Não tem motivação para fazer nada;
Está com a autoestima bem baixa;
1Tornou-se uma criança caseira e solitária;
Nega fazer as coisas que antes lhe davam muito prazer;
Sente-se triste, ansioso ou deprimido na maior parte do tempo;
Adora frequentar cybercafés! (Aliás, essa é a principal razão para sair de casa);
Já chegou a passar mais de 10 horas online num único dia.
Você já sentiu falta de alguns trocados quando o seu filho vai para o cybercafé;

Sobre este assunto, vale também ler com cuidado o artigo abaixo “Vício em internet é considerado problema psiquiátrico“.

Segundo o artigo, “assim como algumas pessoas são viciadas em drogas, no jogo e no tabaco, outras são em passar horas na internet, fenómeno que um crescente grupo de especialistas dos Estados Unidos considera um problema psiquiátrico. O vício na rede já foi diagnosticado por alguns especialistas como uma dependência da internet, e estima-se que de 6% a 10% dos cerca de 189 milhões de internautas nos EUA sofram desse mal.”

Como tudo, a tese é discutível. Por isso mesmo vale a pena sempre estar alerta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: