Entenda como funcionam e para que servem os selos de consumo de produtos eletrônicos

Conheça melhor os selos e siglas que pretendem comprovar a eficiência (ou não) de produtos eletro-eletrônicos, visando um menor consumo de energia.

Se você é um pouco antenado nas notícias relacionadas ao meio ambiente e consumo de energia, deve saber que existem programas e certificados governamentais que pretendem reduzir o gasto de energia elétrica em nosso país.

Além de um benefício para seu bolso, que é poupado grandemente com o consumo, ao consumir energia de maneira sustentável e racional você está contribuindo para a salvação do planeta, evitando o desperdício de recursos naturais imprescindíveis para a vida humana como a água, por exemplo.

Este artigo tratará exatamente desta classificação realizada por órgãos governamentais a respeito do consumo de energia dos produtos eletro-eletrônicos. Nosso objetivo é esclarecer a importância deste tema e o quanto vocês, leitores do Baixaki, devem estar atento aos selos de consumo.

Selo Procel

Selo ProcelO Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica é um programa governamental, criado em 1985, que pretende racionalizar a produção e o consumo de energia elétrica. Ele ganhou muito destaque ao final da década de 1990, após o Apagão de 11 de março de 1999, episódio que deixou às escuras 70% do território brasileiro.

Através de um decreto presidencial de 1993, é criado o Selo Procel de Economia de Energia, ou apenas Selo Procel. Desenvolvido em conjunto pelo Procel e pela Eletrobrás (Centrais Elétricas do Brasil) este selo objetiva classificar o nível de eficiência energética de produtos eletro-eletrônicos.

Com isso, o governo pretende fomentar a produção de equipamentos e veículos ambientalmente responsáveis, que seja ao mesmo tempo eficientes e pouco consumidores de energia. A adesão das empresas Selo Procel é voluntária.

Programa Brasileiro de Etiquetagem

Parte integrante do Selo Procel, foi desenvolvido em conjunto pela Eletrobrás e pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE). Seu principal produto é a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia (ENCE).

Etiqueta do Inmetro/Procel

Esta etiqueta está presente em diversos aparelhos eletro-eletrônicos e identifica o seu nível de eficiência energética. Sua classificação vai de A a G, sendo A o menor e G o maior consumo da categoria. Normalmente, recebem o Selo Procel empresas cujos produtos recebem classificação A da ENCE. Seu principal objetivo é informar o cliente quanto à capacidade de consumo energético do produto que pretende adquirir. Quem etiqueta os produtos é o Inmetro.

Aparelhos com o selo

Inúmeros aparelhos são etiquetados com o ENCE e com certeza você deve ter um destes em casa: aquecedores, ar condicionado, banheiras de hidromassagem, chuveiros elétricos, congeladores horizontais e verticais, fogões e fornos domésticos elétricos e a gás, lâmpadas fluorescentes e incandescentes, máquinas de lavar roupa, refrigeradores, televisores, torneiras elétricas, veículos leves, ventiladores entre outros.

Selo ConpetSelo Conpet

Desde agosto de 2005, está em vigor no Brasil o Selo Conpet de Eficiência Energética, ou apenas Selo Conpet, concedido pelo Programa Nacional de Racionalização do Uso dos Derivados do Petróleo (Conpet). O objetivo do selo é incentivar fabricantes e importadores de equipamentos movidos a gás e derivados do petróleo a fabricar produtos energeticamente eficientes.

Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular

Assim como o PBE convencional, o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PEBV) irá auxiliar os consumidores no quesito eficiência energética na hora de realizar uma compra, só que aqui o objeto de aquisição é um automóvel e não um eletro-eletrônico. A PBEV seguirá o mesmo padrão de classificação do PBE e classificará os automóveis com o Selo Conpet.

Diversos países possuem programas de eficiência energética veicular mundo a fora. Nos Estados Unidos isto é regulamentado e a adesão é compulsória (obrigatória) desde 1975. Japão e União Européia criaram seus regulamentos em 1998, sendo a adesão voluntária neste e compulsória naquele. No Brasil, a adesão é voluntária e é realizada desde novembro de 2008.

Computadores, monitores e eletrônicos…

Apesar de todos os avanços da preocupação ambiental, ainda não possuímos, no Brasil e no mundo, esta classificação de eficiência energética para aparelhos de telefone celular, videogames e componentes de computadores como fontes, placas de vídeo, placas mãe, monitores, caixas de som, etc.

Infelizmente esta lacuna acaba deixando de ajudar na economia do lar e na preservação ambiental, visto que a indústria de computadores também é responsável por danos ao meio ambiente. Tomara que esta situação não dure por muito tempo, para que possamos adquirir computadores com energeticamente eficientes.

Contudo, podemos dar algumas dicas para os internautas usuários do Baixaki, para que tenham um uso mais consciente de seus computadores e notebooks. Então, vamos lá:

Não durma com o computador ligado!• Monitor desligado – Evite deixar o monitor ligado sem propósito. Quando não estiver a sua frente, desligue-o para poupar energia.
• Preferia cores mais sóbrias – Ao invés de cores claras e brilhantes, prefira sempre cores mais sóbrias e escuras, pois seus pixels consomem menos energia para serem carregados.
• Poupar energia – Provavelmente seu computador possui um sistema para poupar energia. Esta opção serve para desligar o monitor quando ele não estiver sendo utilizado e deve estar nas configurações de vídeo. Ideal para quem se esquece de desligar a tela do computador.
• Se não está sendo usado, desligue! – Aparelhos como impressoras, scanners e até mesmo estabilizadores. Quando não estiver utilizando, deixe tudo desligado. Até mesmo o computador, evite deixá-lo ligado sem necessidade.

. . . .

Caros usuários, este foi mais um especial elaborado pela equipe do Baixaki. Aproveitamos para enfatizar a seriedade deste assunto, que deve ser levado adiante por todos. Isso em nome da economia de nossos recursos naturais e do estímulo para que as empresas sejam, cada vez mais, ambientalmente responsáveis. Um abraço e bom restante de semana a todos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: